"Pesquisas Anuais do IBGE" é o tema do Contabilidade em Debate desta semana

Contabilidade em Debate, programa da Rádio CRCRS Web, vai abordar, nesta semana, dúvidas sobre as Pesquisas Anuais da Indústria, Comércio Construção Civil e Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apresentado pelo Técnico em Contabilidade Luciano Biehl, o programa teve a presença de uma equipe do IBGE composta pelo supervisor do Departamento de Supervisão da Indústria do IBGE em Porto Alegre, Wilson Muradás; do técnico em informações Júlio César Nunes da Silva; do analista em pesquisas Vladimir Lautert; e da técnica em pesquisas Norma Souza.

O programa Contabilidade em Debate pode ser conferido diariamente às 11h30min, 13h30min e 18h por meio do site http://www.crcrs.org.br.

VII Prêmio SEAE 2012

A Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda está promovendo o VII Prêmio SEAE 2012, que visa premiar monografias sobre os temas de Advocacia de Concorrência e Regulação Econômica.

Os interessados podem inscrever seus trabalhos até 15 de outubro de 2012. Maiores informações pelo site www.esaf.fazenda.gov.br, pelo e-mail premio-seae.df.esaf@fazenda.gov.br ou pelo telefone (61) 3412-6018.

1º Encontro Estadual dos Observatórios Sociais Instalados e em Fase de Instalação no RS

Nesta terça-feira (05), o CRCRS participou do 1º Encontro Estadual dos Observatórios Sociais Instalados e em Fase de Instalação no Rio Grande do Sul, realizado na sede da Faculdade Monteiro Lobato, em Porto Alegre. Coordenado pela Contadora Silvia Grewe, o evento visava de atualizar e uniformizar informações sobre os Observatórios Sociais do Brasil (OSB) e compartilhar experiências para operacionalizar e otimizar os Observatórios Sociais (OS) no Estado, o contou com a participação do presidente do CRCRS, Contador Zulmir Breda; vice-presidente de fiscalização, Contador Celso Luft; vice-presidente de relações institucionais, Técnica em Contabilidade Nair Giacobbo de Lima; além de 17 delegados regionais do CRCRS e de representantes dos OS de Santa Maria e Lajeado, da OAB/RS, do Sindifisco e da Federacon. Em seu discurso inicial, o presidente Zulmir enalteceu o projeto de implantação dos observatórios no Estado, com o objetivo de verificar as contas públicas e o destino dos recursos públicos por meio de voluntários da população e de entidades que não possuam vínculos partidários.

A seguir, a coordenadora operacional do Observatório Social do Brasil, Roni Enara, ministrou palestra em que foi explicado no que consiste o observatório social, quem pode participar e como se deve implantar um OS em um município. Salientou que os voluntários que façam parte do OS passarão por cursos de capacitação e ações de educação fiscal, por meio de entidades, para que possuam conhecimento técnico de modo a acompanharem e divulgarem licitações públicas para micro e pequenas empresas, bem como divulgarem indicadores da Gestão Pública e a prestação de contas do município a cada quadrimestre. De perspectivas para o futuro, Roni esclareceu que uma equipe técnica está sendo estruturada e capacidade para dar suporte de trabalho ao OS Nacional, e que um portal da internet está sendo criado para melhor divulgar o projeto.

Também fizeram uso da palavra a Contadora Simone Imperatore, do Comitê Gestor do OS Estadual e coordenadora da Comissão de Estudos de Responsabilidade Social do CRCRS, que repassou informações sobre cursos e cartilhas de entidades públicas de modo a contribuir para a capacitação técnica dos voluntários dos observatórios; Bruno Queiroz Jatene, Agente Fiscal do Tesouro do Estado, que esclareceu dúvidas sobre a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011); e Adriano Strassburger, coordenador operacional do OS de Lajeado, que apontou os indicadores de acompanhamento que os observatórios sociais devem utilizar para cumprirem seus objetivos.

Os observatórios sociais são entidades sem fins lucrativos e apartidárias, que visam reunir voluntários da população e de entidades representativas da sociedade civil que possam contribuir para a melhoria da gestão pública, atuando no controle social dos gastos públicos.

Marketing Contábil e Receita Federal foram os temas das palestras de encerramento do Seminário de Erechim

Os profissionais e estudantes da área contábil da região de Erechim conferiram, na tarde da última sexta-feira (1º) as duas palestras que encerraram o Seminário de Assuntos Contábeis do CRCRS no município, realizado no auditório da Universidade Regional do Alto Uruguai (URI).

Anderson Henandes, especialista em marca e marketing profissional, ministrou palestra sobre Marketing Contábil. Já Clóvis Peres, auditor fiscal da Receita Federal, abordou tópicos sobre A Relação da Receita Federal do Brasil Com o Contribuinte nos Próximos 10 Anos, na qual ressaltou o aprimoramento do atendimento da Receita Federal junto a profissionais contábeis e contribuintes por meio da implantação de recursos como o Receitafone e o agendamento para atendimento nas agências da entidade. Essas melhoras, segundo Peres, fizeram com que o tempo de atendimento ao contribuinte, nos dias atuais, não passe de 15 minutos. Também foi salientada a implantação dos Núcleos de Apoio Fiscal e Contábil (NAFs) nas faculdades e universidades do Rio Grande do Sul, grande ferramenta para suporte a estudantes e pessoas de baixa renda na prestação de orientações fiscais e contábeis.

Simultaneamente às palestras, foi feita pelo vice-presidente de gestão do CRCRS, Contador Antonio Carlos de Castro Palácios, a entrega dos alimentos doados pelos participantes ao Centro Cultural e Assistencial São Cristóvão, representado por sua coordenadora geral, Marisa Fernandes da Silva.

O evento foi encerrado pelo delegado regional de Erechim, Contador Mateus André Benincá, que agradeceu a presença dos participantes e aos palestrantes pelos assuntos apresentados no seminário.

6º Seminário de Assuntos Contábeis de 2012 acontece hoje em Erechim

Valorização da profissão, lisura no seu desempenho e constante aperfeiçoamento foram os tópicos enfocados pelo vice-presidente de Gestão do CRCRS, Antônio Carlos Palácios, na abertura do evento; ocasião em que representou o presidente da entidade, Zulmir Breda. Prestigiaram a cerimônia, o prefeito de Erechim, Paulo Polis, a presidente da Câmara de Vereadores, Vânia Miola, os presidentes da Federacon, Sérgio Diestmann, do Sindicato dos Técnicos de Contabilidade e Contadores de Erechim,  Clodomiro Fioravante, da Associação Comercial e Industrial de Erechim, o delegado substitutoda Receita Estadual de Eerechim, Elói Battistela, o reitor da URI, Luis Mário Spinelli, e o delegado regional do CRCRS em Erechim, Mateus André Benicá.
Em seguida, o integrante da Comissão de Estudos do Terceiro Setor do CRCRS e membro de Auditoria do Ibracon, Ivan Roberto dos Santos Pinto Júnior, fez explanação sobre os aspectos contábeis e a perda da imunidade.
Ainda na parte da manhã, será abordado o direito tributário e a Contabilidade – convergências e controvérsias com Clóvis Lugokenski, advogado tributarista, e Augusto Salton, advogado, especialista em direito do Estado e tributário.
O evento prossegue à tarde, com apresentação dos temas Marketing Contábil, com Anderson Hernandes, especialista em Marca e Marketing Profissional, e A relação da Receita Federal do Brasil com o contribuinte nos próximos 10 anos, com Clóvis Peres, auditor da RFB.

O Seminário conta com a participação de mais de 150 profissionais que atuam na área contábil da região.