Não há risco de colapso na economia brasileira, afirma Mailson da Nóbrega

A palestra magna da 15ª Conescap proferida nesta sexta-feira (23/8) foi com Maílson da Nóbrega, ministro da Fazenda de 1988 a 1990, que fez um apanhado da situação da economia na Europa, Japão, EUA e China. Em relação ao Brasil, afirmou que perdeu dinamismo em função de erros cometidos na política econômica, mas que não há risco de colapso porque as instituições estão sólidas. Segundo ele, o judiciário no nosso País é independente e a imprensa está sempre atenta aos fatos e com conquistou a credibilidade da sociedade. Acrescentou ainda que a inflação não deve chegar ao  patamar de 80% ao mês como ocorreu em tempos passados, por que, além da sociedade não mais admitir, o câmbio é flutuante. “Estamos diante de uma crise de gestão, não econômica”, concluiu Maílson.  

Último dia da Conescap inicia debatendo a Lei da Lavagem de Dinheiro

Em painel cuja proposição era apresentar temas sobre o ano da contabilidade, lavagem de dinheiro e ITG 1000, foi inevitável o intenso debate sobre a Lei 12.683, que altera a Lei 9.613, sancionada em 9 de julho de 2013 pela presidente Dilma Rousseff, que trata da prevenção e combate à lavagem de dinheiro. O assunto foi abordado pelo vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC, Enory Spinelli, Irineu Thomé, vice-presidente da Fenacon e Guilherme Tostes, vice-presidente da região sudeste da Fenacon.
Thomé colocou aspectos da Resolução CFC 1.445 que “dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelos profissionais e organizações contábeis, quando no exercício de suas funções, para cumprimento das obrigações previstas na Lei 9.613 de 1998 e alterações posteriores”, que, segundo ele, cria obrigações que não constam na lei. Também salientou o art. 7º, 9º  e 11 da lei de lavagem.
Spinelli relembrou o porquê, as condições e os procedimentos seguidos para a criação da referida resolução.
Tostes enfatizou o trabalho de adaptação da resolução à prática da lei que a comissão, criada no CFC para esse fim, está desenvolvendo e falou ainda da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que a Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL) ingressou no Supremo Tribunal Federal solicitando a suspensão de alguns dispositivos da lei.
A campanha “2013: Ano da Contabilidade teve seus objetivo exposto pelo contador Zulmir Breda, presidente do CRCRS.
Valdir Pietrobon, presidente Nacional da Fenacon, falou sobre a ITG 1000.
Na parte da tarde, os convencionais vão poder escolher entre assistir as palestras sobre “Como Transformar gerentes em líderes”, “Estruturação societária e governança nas empresas de serviços” (mesa redonda) e “Gestão das ferramentas digitais nas organizações”.
Encerrando a 15ª Conescap, Maílson da Nóbrega, ministro da Fazenda do Brasil de 1988 a 1989, fala sobre as perspectivas para a economia brasileira diante das demais economias mundiais.

James Hunter encerra o segundo dia de atividades da 15ª Conescap

James Hunter, autor do best-seller O Monge e o Executivo, proferiu a palestra magna da 15ª Conescap, ontem (22 de agosto), no Serra Park, em Gramado. Diante de mais de mil pessoas, Hunter fez afirmações como: liderança é servir; bom é inimigo do excelente; para se mudar uma situação tem de se praticar muito o respeito; poder só requer obediência; entre outras. Defendeu que o sucesso empresarial é a liderança servidora e justificou que o caráter é um comportamento apreendido e se mantém por toda a vida. Esclareceu a diferença entre poder e autoridade. O poder reflete negativamente no relacionamento. Exemplificou Gandhi e Jesus Cristo como modelos do exercício de autoridade.

Palestras agradam ao grande público da 15ª Conescap

A Convenção também reservou espaço para a exposição de produtos e serviços. Mais de 40 estandes entre empresas e entidades participaram do evento.

A 15ª Conescap iniciou hoje (22/8) com a abordagem de três temas simultâneos: O Poder da Comunicação nos Negócios, com a Dra. Mara Behau, fonoaudióloga e Dra em Comunicação Humana; mesa redonda sobre Gestão de Empresas Contábeis com José Vanildo Veras da Silva, Márcio Shimomoto e Wilson Gimenez Junior; e EFD Social – Escrituração Fiscal Digital, com Daniel Belmiro Fontes. Agora à tarde, o evento prossegue com a apresentação das palestras: Repensando suas Atitudes nos Negócios de sua Empresa e de sua Vida, com dr. Fernando Luchese; Benefícios e Aplicações da Certificação Digital, com Carlos Roberto Victorino, Julio Consentino e Rui Ramos; e Estudo de Probabilidade em Pesquisas, com Domício Torres. Amanhã, último dia do evento, os convencionais vão assistir uma mesa redonda sobre ITG1000, alianças empresariais, fusões e aquisições, como transformar gerentes em líderes, estruturação societária e governança nas empresas de serviços , sócios de capital e sócios de serviços, direitos e obrigações, gestão das ferramentas digitais nas organizações.

Premiações marcam a abertura da 15ª Conescap

Diante de um público de cerca de 1.800 pessoas, teve início, ontem (21/8) às 19h30, a solenidade de abertura da 15ª Conescap, que contou com as presenças do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; do presidente da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas no Congresso Nacional, Pedro Eugênio; do presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon; do secretário Executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago, do vice-prefeito de Gramado, Luis Antônio Barbacovi; do presidente da Fecomércio, Zildo De Marchi; dos presidentes do Sescon- Serra Gaúcha, Tiago Dal Corno, e Sescon-RS, Jaime Grundler Sobrinho; dos presidentes do CFC, Juarez Carneiro, e do CRCRS, Zulmir Breda, presidentes e ex-presidentes dos Sescaps e Sescons do País, entre outras autoridades. Após 20 anos, o evento retorna ao Rio Grande do Sul sob o lema: Empresário de Serviços: Credibilidade, Sensibilidade e Visão Estratégica. A 15ª Conescap premiou três jornalistas: Ricardo Mioto (jornalismo impresso), Wellington dos Santos (multimídia) e João da Costa Sobrinho (impresso e multimídia) Os agraciados com a Medalha Mérito Empresário de Serviços Brasil foram Pepe Vargas, ministro do Desenvolvimento Agrário, e Guilherme Afif Domingues, ministro da Micro e Pequena Empresa.

O Prêmio Fenacon foi entregue para três jornalistas: Ricardo Mioto (jornalismo impresso), Wellington dos Santos (multimídia) e João da Costa Sobrinho (impresso e multimídia). Os agraciados com a medalha Mérito Empresário de Serviços Brasil foram Pepe Vargas, ministro do Desenvolvimento Agrário, e Guilherme Afif Domingues, ministro da Micro e Pequena Empresa.

III Encontro Geral de Delegados Regionais do CRCRS

Hoje, amanhã e depois (21,22 e 23 de agosto)os delegados regionais do CRCRS, que representam a entidade em todas as regiões do Estado, reúnem-se no Hotel Continental, em Canela, juntamente com o presidente, os vice-presidentes, diretores e assessores para discutirem assuntos pertinentes e de interesse comum às jurisdições. Neste primeiro dia, após as boas-vindas manifestadas pela vice-presidente de Relações com os Profissionais, Roberta Salvini, e pelo presidente Zulmir Breda. Em seguida, Breda lembrou que o Conselho enviou ofício a todas as prefeituras alertando sobre o prazo final, 31 de agosto, para o cadastramento dos fundos municipais da criança e do adolescente a secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República. Falou ainda da campanha “2013: Ano da Contabilidade” e finalizou, nesta primeira intervenção, citando o repúdio da classe às manifestações depreciativas do ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowisk, em relação aos profissionais que atuam na área contábil (informação completa consta no blog, inclusive com e-mail para o envio de manifestações de contadores e técnicos em contabilidade). Nair Giaccobbo de Lima, vice-presidente de Relações Institucionais, discorreu brevemente sobre os processos de implantação dos observatórios sociais no Estado, especialmente o de Cruz Alta – último que foi instalado, em maio. Célio Levandovski, vice-presidente de Controle Interno, convidou os presentes a participarem das palestras da 15ª Conecap, em especial as que tratarem do sped e da lei da lavagem de dinheiro – Coaf. A 15ª Conescap ocorre de 21 a 23 de agosto, no Serra Park, em Gramado. Moacir Carbonera, vice-presidente de Registro; Adriel Ziesemer, vice-presidente de Desenvolvimento Profissional; e Celso Luft, vice-presidente de Fiscalização; e Antônio Carlos Palácios, vice-presidente de Gestão, falaram de suas respectivas áreas, prestaram esclarecimentos e dirimiram dúvidas dos 89 delegados participantes do II Encontro.

Parceria proporciona curso de especialização em Contabilidade Pública

A Fadergs e o CRCRS firmaram uma parceria que oportuniza aos contadores registrados neste Regional cursarem pós-graduação em Contabilidade Aplicada ao Setor Público mediante pagamento de um valor diferenciado. Interessados podem obter mais informações em www.fadergs.com.br/casp. A aula inaugural está marcada para 27 de setembro, das 19h às 22h.
Fadergs: Rua Riachuelo, 1257, Centro, Porto Alegre/RS
Dias e horários do curso: sextas-feiras, das 19h às 22h; e sábados, das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h.

Profissionais da Contabilidade repudiam palavras de ministro do STF

A edição da revista Veja de 14 de agosto, levanta uma polêmica sobre a aprovação das contas da campanha da presidente Dilma Rousseff, quando eleita em 2011. Na matéria, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, na época presidente do Tribunal Superior Eleitoral, manifestou-se, por meio de e-mail enviado a uma assessora, a sua posição contrária a de um auditor que solicitava a rejeição das referidas contas, com a infeliz declaração:
“Não estamos lidando com as contas de um ‘boteco’ de esquina, mas de um comitê financeiro de uma presidente eleita por mais de 50 milhões de votos. Se fosse assim, contrataríamos um técnico de contabilidade de bairro

São Paulo realiza 23ª Convenção

Teve início ontem (18/8) a 23ª Convecon sob o lema “Contabilidade: Ciência Estratégica a Serviço da Sociedade”. O evento se estende até 20 de agosto, no Palácio das Convenções do Parque Anhembi.

A mesa de solenidade de abertura foi composta pelo presidente do CRCSP, Luiz Fernando Nóbrega; pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Rogério Haman; pelos presidentes do CFC, Juarez Carneiro, da Anefac, Amador Rodrigues, do Sindcont-SP, Victor Galloro, da Fecontesp, José de Souza, da União Mundial das Profissões Liberais, Francisco Feijó, do Ibracon, Eduardo Pocetti, do CRCRS, Zulmir Breda, do Sescon-SP, Sérgio Machado Júnior; professor doutor José Carlos Marion; dep. federal Arnaldo Faria de Sá e os dep. estaduais Célia Leão e Itamar Borges.

Na cerimônia também foi entregue ao professor doutor José Carlos Marion a Medalha Professor Hilário Franco, que agracia “o profissional da Contabilidade que se distinguiu na doutrina e pesquisa da ciência contábil ou que tenha defendido, com distinção, dissertação de mestrado ou tese de doutorado em instituições de pesquisa ou na área do ensino contábil ou com a autoria de obras literárias na esfera da Contabilidade”.