CRCRS e MPF analisam parceria para o acompanhamento da gestão dos recursos nas escolas públicas

mpf 28-04-2016Por solicitação do Ministério Público Federal (MPF), o presidente do CRCRS, Antônio Palácios, e o vice-presidente de Relações Institucionais, Pedro Gabril Kenne da Silva, reuniram-se com o procurador da República, Dr. Fabiano de Moraes, que apresentou o convite para que o Conselho contribua no projeto MPEduc, desenvolvido pelo MPF, em parceria com o Ministério Púbico dos Estados. O projeto visa realizar ações com o intuito de garantir o direito à educação básica de qualidade para todos os brasileiros, por meio da melhoria do acompanhamento dos processos de gestão das escolas da rede pública. Nesse sentido, o CRCRS seria uma entidade parceira do MP e iria colaborar no acompanhamento e na orientação da gestão e prestação de contas dos recursos utilizados pelas redes de ensino básico municipal e estadual. O encontro ocorreu na sede do MPF, em Porto Alegre, no dia 28 de abril.

Na oportunidade, o procurador da república lembrou que o MPF já realiza o projeto MPEduc em outros estados e que possui, inclusive, um convênio com o CRC do Rio de Janeiro, no qual desenvolve um projeto-piloto no município de Seropédica. “Nossa intenção é criar, com o apoio do CRCRS, um piloto no Rio Grande do Sul e, futuramente, disseminar a iniciativa pelo Estado

Delegado regional de Teutônia fala sobre doações incentivadas durante reunião-almoço

Teutonia (2)

Durante reunião-almoço, realizada, no dia 31 de março, na Câmara de Indústria e Comércio e Serviços de Teutônia, o delegado regional do CRCRS na cidade, Gustavo Luiz Schnoremberger, apresentou campanha desenvolvida pela delegacia que visa conscientizar as pessoas que fazem declaração de Imposto de Renda pelo modelo completo a realizarem doações ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. “Nesta época de entrega de declaração de Imposto de Renda o contribuinte pode doar 3% do I.R. devido e, durante o ano, pode fazer a doação espontânea de 6%

Camaquã realiza 6º Bate-papo contábil em homenagem ao Dia do Profissional da Contabilidade

Na segunda-feira, 25 de abril, contadores e técnicos em contabilidade de Camaquã, Dom Feliciano, Cristal, Arambaré e Chuvisca reuniram-se na sede do Sindilojas para o 6º Bate-papo contábil, ocasião em que debateram assuntos relacionados à profissão contábil, além de prestar homenagem pela passagem do Dia do Profissional da Contabilidade. Também prestigiaram o evento, organizado pela delegacia regional do CRCRS no município, o presidente do Sindilojas, Luciano Barbosa e o secretário da Fazenda Municipal de Camaquã, Valter Luis de Barros.

grupo2 grupo3 grupo1

Programa de Voluntariado da Classe Contábil: Rede Nacional de Cidadania Fiscal, Educação Financeira, Doações ao Funcriança e ao Fundo do Idoso e Ações Locais de voluntariado

O Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC), criado em 2008, tem por objetivo conscientizar os profissionais da contabilidade sobre a importância das ações de voluntariado para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, a partir dos seus conhecimentos. Assim, registra, mensura e avalia os resultados de todas as atividades voluntárias empreendidas pelos profissionais da Contabilidade.

Integram o PVCC quatro subprogramas: Rede Nacional de Cidadania Fiscal – Observatórios Sociais, Educação Financeira, Doações ao Funcriança e Fundo do Idoso e Ações locais de voluntariado.

Confira mais detalhes sobre o PVCC aqui

escolha o destino

cartilhs

PVCC

Receita Federal altera prazos de entrega de SPEDs contábeis

Entre as mudanças para a área contábil em 2016, estão as alterações em relação aos prazos de entrega da Escrituração Contábil Digital (ECD) e também da Escrituração Contábil Fiscal (ECF) do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED). Dia 31 de maio é o término do prazo da  ECD, enquanto a ECF deve ser transmitida até 30 de junho.

A primeira é voltada a finalidades fiscais e previdenciárias, enquanto a segunda destina-se à obtenção de dados referentes a todas as operações dispostas a impactar a composição e o valor devido da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ).

Assim, dois atos administrativos dispõem sobre as modificações diante delas.

ECD: Depois da entrada em vigor da Instrução Normativa 1594 da Receita Federal

Mudança do prazo de entrega da ECD para último dia útil do mês de maio no ano-calendário subsequente ao da escrituração.

Para o ano-calendário 2016, alteração das regras de obrigatoriedade de entrega para as imunes ou isentas e para as pessoas jurídicas optantes pela sistemática do lucro presumido.

Imunes/Isentas que apurarem Pis/Pasep, Cofins, Contribuição Previdenciária, Contribuição incidente sobre a Folha de Salários superiores a R$ 10.000,00 mensais; ou auferirem receitas, doações, incentivos, subvenções, contribuições, auxílios, convênios e ingressos assemelhados, cuja soma seja superior a R$ 1.200.000,00, estão obrigadas a adotar a ECD.

Pessoas jurídicas optantes pela sistemática do lucro presumido que não se utilizem da prerrogativa prevista no parágrafo único do art. 45 da Lei nº 8.981, de 1995 (não adotam o Livro Caixa) também estão obrigadas a adotar a ECD.

O texto da obrigatoriedade de entrega das Sociedades em Conta Participação (SCP) foi revisto, fazendo com que elas tenham que, em regra, apresentar a ECD como livros próprios ou livros auxiliares do sócio ostensivo.
Foram estabelecidas exceções de obrigatoriedade de entrega da ECD para empresas tributadas pelo Simples Nacional, órgãos públicos, autarquias, fundações públicas e pessoas jurídicas inativas.

ECF: Após vigência da Instrução Normativa 1595 da Receita Federal

Alteração do prazo de entrega da ECF para o último dia útil do mês de junho no ano- calendário subsequente ao da escrituração.

Para o ano-calendário 2016, obrigatoriedade de preenchimento do Demonstrativo de Livro Caixa (Registro P020) para as pessoas jurídicas optantes pela sistemática do lucro presumido que se utilizem da prerrogativa prevista no parágrafo único do art. 45 da Lei nº 8.981, de 20 de janeiro 1995, e cuja receita bruta no ano seja superior a R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), ou proporcionalmente ao período a que se refere.

 Fonte: Portal Contábil SC

Conselho de Contabilidade entrega carteiras de identidade profissional no Dia do Profissional da Contabilidade, em Lajeado

Dentro das comemorações do Dia do Profissional da Contabilidade, em 25 de abril, o Conselho Regional de Contabilidade do RS (CRCRS), em parceria com o Sindicato dos Contadores e Técnicos do Vale do Taquari do RS (Sincovat), promoveu a entrega das carteiras de identidade profissional aos novos contadores da jurisdição do Sincovat.

A cerimônia, realizada no auditório do Sindicato, em Lajeado, contou com as presenças do presidente do CRCRS, Antônio Palácios, do vice-presidente de Registro, Ricardo Kerkhoff, e dos delegados regionais de Encantado, Ilani Bagatini; Estrela, Elaine Strehl; Guaporé, Edmilson Zortea; Lajeado, Dani Petry; Taquari, Manoel Faleiro; e Teutônia, Gustavo Schnorembeger, que procederam à entrega das carteiras aos seguintes profissionais da região:

Encantado: Aline Manica; Estrela: Lisane Stoll; Guaporé: Franciele Scalco, Henrique Mezzomo; Lajeado: Claiton Fernandez, Joice Hamester, Sabrine Kafer, Guilherme Compagnoni; Teutônia: Marcelo Wommer.

todos

O presidente do CRCRS, Antônio Palácios, em sua manifestação, parabenizou a todos os profissionais pela passagem do Dia do Profissional da Contabilidade e fez uma referência especial aos contadores que ali estavam para receber a suas carteiras de identidade profissional. Salientou a árdua e imprescindível atividade contábil, que exige uma atenção e dedicação ímpar, com atualização constante e estudo permanente. O presidente do CRCRS convidou a todos, no Dia do Profissional da Contabilidade, a refletir sobre as conquistas e o que ainda temos que perseguir: um maior reconhecimento do nosso trabalho pela sociedade, ou seja, a nossa valorização profissional. “Isso, acredito, alcançamos com o exercício de um trabalho competente, transparente e ético”, afirma Palácios. Falou ainda da importância da participação dos profissionais da contabilidade nas entidades de classe. “O profissional precisa se integrar na vida das entidades, entender exatamente as funções de cada uma delas, as prerrogativas do Conselho, dos Sindicatos e da Associação, para exigir corretamente o que é de competência de cada uma”.   

palacios

Antônio Palácios, presidente do CRCRS

Rui Mallmann, presidente do Sincovat, exaltou a importância do momento e o significado da solenidade de entrega das carteiras profissionais, cujo objetivo é a valorização profissional.

rui

Rui Mallmann, presidente do Sincovat, deu um recado aos profissionais que foram receber as carteiras: “O Sincovat sempre estará com as portas abertas para recebê-los. Unidos seremos fortes”.

valmor

Valmor Kappler, professor do curso de Ciências Contábeis da Univates, exaltou a profissão contábil considerando-a como uma escolha promissora e acertada.

vice-reitor

Já o vice-reitor da Univates e presidente da Fuvates, Carlos Cândido da Silva Cyrne, definiu-se como orgulhoso do Dia do Profissional da Contabilidade e a entrega de carteira de identidade profissional é um ato que representa esse orgulho.

gluicerio

O contador Glicério Bergesch, presidente da Federacon-RS, deixou uma mensagem de otimismo e confiança para os contadores que foram receber suas carteiras. Enfatizou a importância da profissão no cenário atual do País, destacando-se na gestão das empresas e no consequente desenvolvimento da economia.

O vice-presidente de Registro do CRCRS, Ricardo Kerkhoff, apresentou dados estatísticos. No Brasil, os profissionais da contabilidade totalizam mais de 500 mil. No RS, passam de 40 mil, desses, em torno de 21 mil são do sexo masculino e pouco mais de 19 mil, do sexo feminino. Finalizou apontando três virtudes para o sucesso: generosidade intelectual, coerência ética e humildade intelectual.

ricardo

 

claiton

Claiton Fernandez falou em nome dos contadores que receberam as carteiras de identidade profissional.

Prestigiaram também o evento, o presidente da AESCON, Gerson Diehl; o vice-presidente regional do Sescon-RS, Jandir Dickel; o conselheiro do CRCRS Rodrigo Kich; a conselheira do CRCRS Roberta Salvini; o direto-geral da Unopar de Lajeado, Diego Dalmoro; o presidente da Associação Comercial e Industrial de Lajeado, Miguel Arenhart;o presidente da OAB – subseção de Lajeado, Alessandra Glufke; entre outros.

 

CRCRS cumprimenta acadêmicos que se destacam nos cursos de Ciências Contábeis

O Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul valoriza o empenho dos acadêmicos de Ciências Contábeis ao longo do seu período de graduação, marcando presença, por intermédio de seus representantes, nas cerimônias de colação de grau ocorridas no Estado. Neste mês de abril, o CRCRS entregou certificados de alunas-destaque às formandas Michele Vieira Viegas e Renata Ibaldo Donas (Unifin – Porto Alegre); Natieli Szczesny (CNEC / Facensa – Gravataí); e Raquel Sabrina Zappe (Unijuí – Ijuí).

Michele Viegas - Unifin

Michele Vieira Viegas – Unifin

Renata Ibaldo Donas - Unifin

Renata Ibaldo Donas – Unifin

 

Raquel Sabrina Zappe - Unijuí

Formandos Unijuí – Aluna-destaque: Raquel Sabrina Zappe

CRCRS participa do Seminário Diálogo Público Transparência e Boas Práticas nos Conselhos de Fiscalização Profissional, realizado pelo TCU

O Conselho Regional de Contabilidade do RS participou do Seminário Diálogo Público Transparência e Boas Práticas nos Conselhos de Fiscalização Profissional, realizado pelo Tribunal de contas da União (TCU), em 25 de abril, no Auditório Mondercil Paulo de Moraes, no edifício sede do Ministério Público do RS, em Porto Alegre. O vice-presidente de Relações Institucionais, Pedro Gabril Kenne da Silva, o diretor geral, Ricardo Vitória, o diretor geral-adjunto, João Victor Oliveira, o gerente operacional, Luciano Juskoska, a assessora Luciane Veiga Dias e o assessor de controles internos Decio Neves formaram a representação do CRCRS no evento, reforçando o trabalho permanente da entidade em aperfeiçoar suas práticas de transparência junto à sociedade, ao mesmo tempo que está empenhada em atender a todas as solicitações e obrigações devidas aos órgãos de controle.

O encontro reuniu, ainda, representantes dos conselhos profissionais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro, além de contar com a presença de entidades de outros estados brasileiros.

O evento foi aberto pelo ministro-substituto do TCU Weder de Oliveira, com a palestra Visão Geral Sobre os Conselhos de Profissão: Orçamento, Licitação e Transparência, que destacou aspectos históricos dos conselhos e destacou a relevância para a sociedade da Lei de Acesso à Informação (LAI), Lei 12.527, de 2011.

O ministro-substituto do TCU, Weder de Oliveira falou sobre a Visão-Geral Sobre os Conselhos de Profissão: Orçamento, Licitação, Transparência.

O ministro-substituto do TCU, Weder de Oliveira falou sobre a Visão-Geral Sobre os Conselhos de Profissão: Orçamento, Licitação, Transparência.

A seguir, os auditores federais de controle externo do TCU Luciane de Lucena Oliveira e Daniel Saldanha Toledo apresentaram, em linhas gerais, os Resultados e os Próximos Passos da Auditoria realizada entre os 535 conselhos profissionais brasileiros, federais e regionais, que geraram o Acórdão 96/2016.

Os auditores federais de controle externo do TCU, Luciane Oliveira e Daniel Toledo, à direita, apresentaram os resultados da Auditoria entre os 535 conselho federais e regionais brasileiros, e ao final responderam as perguntas dos represetantes dos conselhos presentes, com mediação do do chefe de gabinete do ministro-substituto Weder de

Os auditores federais de controle externo do TCU, Luciane Oliveira e Daniel Toledo, à direita, apresentaram os resultados da auditoria realizada entre os 535 conselhos federais e regionais brasileiros, e, ao final, responderam as perguntas dos representantes dos conselhos presentes, com mediação do chefe de gabinete do ministro-substituto Weder de Oliveira, Laércio Mendes Vieira.

O

Parte da representação dos Conselhos de Contabilidade presentes, entre eles CFC, CRCRS, CRCSC, CRCPR e CRCRJ, que prestigiaram o evento voltado para a ampliação e o aprimoramento de práticas de transparência pública.

As atividades da tarde iniciaram a com explanação do diretor de Normas e Gestão da Secretaria de Métodos e Procedimentos de Controle do TCU, Geovani Ferreira de Oliveira, sobre Relatório de Gestão e Contas Ordinárias em Conselhos de Profissão. Em sua fala, Oliveira esclareceu as principais obrigações dos conselhos na prestação de contas ao órgão de controle. O diretor destacou que tanto o relatório de gestão quanto o de contas são instrumentos de comunicação entre conselhos e a sociedade.

As atividades da tarde iniciaram a com explanação do diretor de Normas e Gestão da Secretaria de Métodos e Procedimentos de Controle do TCU, Geovani Ferreira de Oliveira, sobre Relatório de Gestão e Contas Ordinárias em Conselhos de Profissão. Em sua fala, Oliveira esclareceu as principais obrigações dos conselhos na prestação de contas ao órgão de controle. O diretor destacou que tanto o relatório de gestão quanto o de contas são instrumentos de comunicação entre os conselhos e a sociedade.

Em seguida, o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz, apresentou o caso Boa Prática em Contratações Compartilhadas, no qual apresentou aos participantes as principais etapas para a criação do Centro de Serviços Compartilhados do CAU, que possibilitou uma melhor gestão das unidades estaduais do conselho e centralizou o sistema de informação e de atendimento aos profissionais e à sociedade.

Em seguida, o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz, apresentou o caso Boa Prática em Contratações Compartilhadas, no qual apresentou aos participantes as principais etapas para a criação do Centro de Serviços Compartilhados do CAU, que possibilitou uma melhor gestão das unidades do conselho nos estados e centralizou o sistema de informação e de atendimento aos profissionais e à sociedade.

DSC02636

Cláudio Moacir Marques Correa, chefe da Controladoria-Geral da União – Regional/RS, esclareceu quais os principais pontos que farão parte da auditoria que será realizada pela CGU nos conselhos profissionais, no painel Atuação da CGU como Órgão de Controle Interno.

DSC02646

Logo após, Mauro Cichowski, procurador da república do Núcleo de Controle da Administração proferiu o painel Atuação do MPF no Controle da Transparência Pública. Ele explicou a maneira como o Ministério Público Federal atua na garantia no direito da sociedade à transparência pública, orientando os conselhos a adotarem melhores práticas de transparência.

Em sua fala, auditor federal de Controle Externo do TCU, Laercio Mendes Vieira, abordou aspectos relacionados a diárias e jetons, esclarecendo o que é permitido e o que é proibido, conforme acórdãos do tribunal de contas, no pagamento dessas verbas indenizatórias.

Em sua fala, o auditor federal de Controle Externo do TCU, Laercio Mendes Vieira, abordou aspectos relacionados a diárias e jetons, esclarecendo o que é permitido e o que é proibido, conforme acórdãos do Tribunal de Contas, no pagamento dessas verbas indenizatórias.

O secretário de Controle Externo do TCU no Rio Grande do Sul, Guilherme Yadoya de Souza, encerrou o seminário, falando sobre questões relacionadas a recursos humanos e verbas de representação. Assim como Vieira, o secretário do TCU também apresentou as decisões do órgão referentes a esses tópicos, apresentando as vedações e orientações do tribunal.

O secretário de Controle Externo do TCU no Rio Grande do Sul, Guilherme Yadoya de Souza, encerrou o seminário, falando sobre questões relacionadas a recursos humanos e verbas de representação. Assim como Vieira, o secretário do TCU também apresentou as decisões do órgão referentes a esses tópicos, apresentando as vedações e orientações do tribunal.

Em São Leopoldo, presidente do CRCRS participa de café da manhã em comemoração ao Dia do Profissional da Contabilidade

No dia 25 de abril, Dia do Profissional da Contabilidade, o presidente do Conselho de Contabilidade, Antônio Palácios, iniciou as comemorações com um café da manhã, no Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale dos Sinos (Sincontecsinos).

Na oportunidade, Palácios lembrou que a profissão contábil já passou por grandes conquistas e avanços, nos últimos tempos, mas que ainda temos que persistir na busca pela valorização profissional e um maior reconhecimento da sociedade. “Por meio de um trabalho competente, dedicado e ético vamos mostrar a importância da contabilidade para a manutenção e o crescimento das empresas e consequentemente do nosso País”, concluiu o presidente.

café da manhã