EFD Fiscal escalonado, sugestão encaminhada à Sefaz

O presidente do CRCRS, Zulmir Breda, encaminhou ao secretário estadual da Fazenda, Ricardo Neves Pereira, ofício em que solicita a prorrogação para implantação da obrigatoriedade do EFD Fiscal para micro e pequenas empresas, prevista para 2014. Após análise detalhada, a Comissão de Estudos de Tecnologia da Informação do CRCRS constatou que, diante do volume expressivo de informações que são exigidas nesta fase do projeto EFD Fiscal e que grande parte das empresas enquadram-se como microempresas ou empresas de pequeno porte, seria mais adequado implementar essa fase da obrigatoriedade de entrega de forma escalonada. Dessa forma, a qualidade de informação gerada pelo contribuinte e recebida pelo Fisco seria melhor e, principalmente, favoreceria o pequeno empreendedor, incentivando a inovação e os investimentos no Estado.
Sugestão encaminhada:
1. Contribuintes com faturamento anual baseado em 2012 acima de R$ 2.400.000,00 obrigados como perfil “A