Instalado no Estado o primeiro Observatório Social

Santa Maria foi a primeira cidade do Rio Grande do Sul a implantar um Observatório Social, em 21 de outubro. O objetivo é estimular a participação efetiva da sociedade na administração pública, auxiliando e avaliando, por exemplo, as prefeituras em processos licitatórios, compras e contratações de serviços, em busca de uma redução e melhor aplicação de verbas públicas.
O Observatório Social surgiu em Maringá, Paraná, em 2005, a partir de uma mobilização de lideranças da comunidade, em função da necessidade de uma fiscalização e um maior controle nos gastos públicos municipais.
Hoje (30 de novembro) e amanhã (1º de dezembro) acontece em, Santa Maria, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 17h30min, o Seminário de Capacitação sobre Licitações Públicas e Contratos para os membros dos Observatórios Sociais.
A palestra de abertura será ministrada pelo diretor Institucional Voluntário do Observatório Social do Brasil, Sir Carvalho, em seguida a exposição será do vice-presidente do Observatório Social do Brasil e vice-presidente de Relações Institucionais do CRCRS, Pedro Gabril Kenne da Silva.
Os Observatórios Sociais se estruturam a partir do trabalho voluntário dos cidadãos moradores da comunidade.
Estão em fase de implantação os seguintes municípios gaúchos: Santa Cruz do Sul, Uruguaiana, Itaqui, Ijuí e Lajeado.
No Brasil, mais de 50 cidades já contam com Observatórios Sociais.