Parabéns classe contábil gaúcha: destinação do IR no Estado cresceu 42,9%

O protagonismo da classe contábil no crescimento da destinação ao Fundo da Criança e do Adolescente, por meio da DIRPF, foi destaque, na manhã desta quarta-feira, 8 de maio, na apresentação dos resultados da campanha “Valores que Ficam”, realizada pela Assembleia Legislativa do RS, em parceria com o CRCRS e RFB, dentre outras entidades. O presidente da AL-RS, deputado Luís Augusto Lara, salientou a importância da contribuição do Conselho para fazer do RS o Estado brasileiro em que a destinação mais cresceu.

Presidente da AL-RS, deputado Luís Augusto Lara anunciou os números da campanha

Na Declaração do IR 2019 ocorreu um aumento de 42,9% nas destinações em relação a 2018, o que representa R$ 4,2 milhões a mais do que no ano anterior, totalizando um montante de R$ 13.819.156 que permaneceram no Estado, para aplicação em projetos sociais cadastrados no Funcriança. Com esse resultado, o RS apresentou o maior crescimento do País em destinação do IR devido diretamente na Declaração.

A presidente do CRCRS, Ana Tércia, atribuiu o sucesso da campanha ao trabalho dos profissionais da contabilidade em orientar os contribuintes e à incansável divulgação, realizada pelo CRCRS, em especial, pelo vice-presidente de Relações Institucionais, Celso Luft, e os integrantes da Comissão de Estudos de Responsabilidade Social.

Presidente do CRCRS, Ana Tércia L. Rodrigues; Guri de Uruguaiana; músico Renato Borghetti; e superintendente Adjunto da RFB 10ª Região, Ademir Gomes de Oliveira

A campanha publicitária contou com as participações do músico Renato Borghetti e do personagem Guri de Uruguaiana.

Celso Luft, vice-presidente de Relações Institucionais do CRCRS; Guri de Uruguaiana; Ana Tércia L. Rodrigues, presidente do CRCRS; e os integrantes da Comissão de Responsabilidade Social, Silvia Grewe e José Carlos Garcia de Mello

A campanha “Valores Que Ficam” prossegue, com eventos ao longo do ano, agora com o objetivo de orientar o contribuinte a destinar até 6% do IR devido de 2019 para projetos sociais dos fundos da criança e do adolescente e Fundo do Idoso.