Começou o maior evento da classe contábil gaúcha: XVII Convenção de Contabilidade do RS reúne 2.000 pessoas em Bento Gonçalves

A Contabilidade não será a mesma após a XVII Convenção de Contabilidade do Rio Grande do Sul. De hoje (14) até a próxima sexta-feira, cerca de dois mil profissionais contábeis e estudantes de todo o País se reúnem, na Fundaparque, em Bento Gonçalves, para debater e discutir temas que provoquem reflexão sobre a “Disrupção Contábil: técnica, digital, cultural”. 

Na tarde que antecede a solenidade de abertura oficial do evento, a programação privilegiou um viés técnico, com atividades simultâneas, que iniciaram com a consultora de marketing digital Mariana Klein, buscando responder a pergunta “Como as plataformas digitais podem ajudar você a conquistar mais clientes?”. Na palestra “Melhores Práticas de Marketing em Rede”, realizada no Auditório Millenium, Mariana apresentou as melhores práticas do marketing digital, com foco em compreender o que o cliente espera das empresas nesse meio e como planejar as ações digitais para que tragam resultados palpáveis. Além disso, foi apresentada a importância do planejamento de conteúdo e o uso adequado de ferramentas de segmentação, campanhas pagas e mensuração, com o objetivo de tornar palpáveis os resultados obtidos pelas ações digitais. A mediação ficou a cargo do coordenador da Comissão de Estudos das Organizações Contábeis, Rodrigo Kich.

Mariana Klein e Rodrigo Kich

Ao mesmo tempo, no Auditório Avatar, a presidente do Badesul, Jeanette Halmenschlager Lontra, ministrou a palestra “Fontes de Financiamentos para Projetos e Soluções Inovadoras”, na qual apresentou alternativas de consultorias e de investimentos para a promoção do desenvolvimento e da inovação nos setores público e privado. A coordenação foi do integrante da Comissão de Estudos de Contabilidade Aplicada ao Setor Público do CRCRS, Cezar Volnei Mauss.

Janette Halmenschlager Lontra e Cézar Mauss

Profissionais disruptivos lotaram os auditórios

Ainda, no mesmo horário, criatividade e descontração tomaram conta do Auditório Transformers, com as atividades lúdicas desenvolvidas com a participação dos integrantes da Comissão de Estudos de Acompanhamento da Área do Ensino Superior do CRCRS, no workshop “Metodologias Ativas no Ensino de Contabilidade”, apresentado pela coordenadora da Comissão, professora Maria Ivanice Vendruscolo, com mediação do conselheiro do CRCRS, Gerson Luís dos Santos.

Gerson Luís dos Santos e Maria Ivanice Vendrusculo

Professores integrantes da Comissão de Estudos de Acompanhamento da Área de Ensino Superior do CRCRS aplicam metodologias ativas com os participantes do workshop

Nessa primeira parte da tarde, também se iniciaram as apresentações dos trabalhos científicos, na sala Vale do Silício, no prédio da Câmara de Indústria e Comércio de Bento Gonçalves (CIC), com sessão interativa sobre Contabilidade por Segmentos Específicos, sob a coordenação da professora Márcia Rosane Frey, tendo como debatedora a professora Eusélia Paveglio Vieira, com os seguintes trabalhos: “Terceiro Setor: um estudo quanto às práticas de captação e prestação de contas dos recursos obtidos por entidades filantrópicas de Santana do Livramento-RS (893)”, de João Luis Peruchena Thomaz, Daniel Alejandro Pereira Leal, Thadeu José Francisco Ramos e João Cleber de Souza Lopes; “Análise da lucratividade e rentabilidade na produção de tabaco em economia familiar (896)”, de Fernando Batista Bandeira da Fontoura, Luis Carlos Alves da Silva, Cidonea Machado Deponti e Lavinia Lopes de Mello; e “A Contabilidade de custos como ferramenta de gestão para o produtor rural: um estudo de caso em uma propriedade rural de Cachoeira do Sul-RS (932)”, de Sabrina Garcia de Castro.

A partir da direita, professores Márcia Rosane Frey, Eusélia Paveglio Vieira e os apresentadores dos trabalhos científicos classificados: João Cleber de Souza Lopes, Lavinia Lopes de Mello e Sabrina Garcia de Castro

Os trabalhos científicos que receberão o Certificado de Mérito serão conhecidos no encerramento da Convenção.

Durante os intervalos entre as palestras, painéis e oficinas, os convencionais conferem as atrações da Feira de Oportunidades e Negócios, que traz novidades em serviços e produtos para a contabilidade.

O profissional da contabilidade que contar com metodologias inovadoras estará melhor preparado para se adaptar às exigências da transformação digital. A garantia é da contadora Wendy Haddad Carraro, que coordenou, nesta tarde, no Auditório Transformers, o workshopDesgin Thinking: Dinamizando Inovação em seu Negócio”. A metodologia inovativa é destinada a abordar problemas relacionados a futuras aquisições de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções. “É um conjunto de ideias e insights que pode ser aplicado em diversas áreas, mas, é essencial para o profissional contábil que necessita, cada vez mais, ‘pensar fora da caixa’”, explica a contadora. A mediação ficou a cargo do integrante da Comissão de Estudos CRCRS Jovem, Tairo Rolim Fracasso.

Wendy Carraro

Ao mesmo tempo, o coordenador da Comissão de Estudos de Contabilidade do Setor Cooperativo do CRCRS, José Máximo Daronco, mediava o painel “Práticas de Contabilização das Receitas de Aplicações Financeiras – Desafios, oportunidades e riscos”, no auditório Avatar. Coordenado pelo vice-presidente de Controle Interno do CRCRS, Mário Kist, o debate girou em torno de um tema polêmico para as Sociedades Cooperativas: as diferentes práticas de contabilização adotadas pelo setor, incluindo impactos, oportunidades e riscos, inclusive tributários. 

José Máximo Daronco e o vice-presidente de Controle Interno, Mário Kist

No Auditório Millenium, o contador e economista Paulo Cordeiro de Mello ministrou a palestra “Honorários em Perícia Contábil com Enfoque na Precificação”, demonstrando que, apesar da crescente valorização da área, persistem as dificuldades para a precificação dos serviços prestados. A mediação ficou ao encargo do coordenador da Comissão de Estudos de Perícia Contábil do CRCRS, Mártin Lavies Spellmeier.

Paulo Cordeiro de Mello e Mártin Lavies Spellmeier

Na sala Vale do Silício, da CIC, foram apresentados os trabalhos científicos do segmento de Contabilidade Gerencial, com a coordenação de Romina Batista de Lucena Souza e tendo como debatedor o conselheiro do CRCRS Osmar Antonio Bonzanini.

Luana Aparecida Babisnski e Rômulo Ramos Cassol apresentaram trabalhos, na segunda sessão interativa da quarta-feira