Como profissionais e empresas contábeis podem mitigar riscos em diferentes segmentos da contabilidade? O CRC ao vivo com Você discutiu o tema. Confira!

O CRC ao vivo com Você, desta quarta-feira, reuniu o vice-presidente de Gestão do CRCRS, Celso Luft, com o convidado especial, Luis Elemar Lunkes Mielke coordenador da Comissão de Estudos de Organizações Contábeis, e a conselheira Tatiani Margutti Brocca Pedrotti, que atuou como mediadora do debate sobre “Responsabilidades e riscos dos profissionais e empresas da área contábil”. Os participantes contaram um pouco de suas trajetórias profissionais, além do trabalho em entidades de classe, e analisaram os desafios da Contabilidade, em especial, nestes tempos de pandemia.
As dificuldades decorrentes das reuniões em formato virtual não impediram a Comissão de Estudos de Organizações Contábeis de produzir uma cartilha com o objetivo de alertar profissionais e empresas sobre os riscos dos compromissos assumidos no trabalho, principalmente, em relação ao excesso de demanda. A publicação está prevista para o próximo ano. O coordenador Elemar Lunke também anunciou que está em andamento o projeto de um ciclo de palestras virtuais, integrando estudantes, profissionais e empresários, sobre temas de amplo interesse, como gestão de empresas contábeis, em particular nos aspectos da qualidade, processos e contabilidade digital. Outros tópicos previstos para serem tratados nesse evento, segundo o coordenador, são o trabalho em home office, com suas boas e más experiências, e as novas habilidades exigidas dos profissionais da contabilidade frente à crescente automatização do trabalho.
A preocupação sobre as medidas de proteção a serem adotadas por profissionais e empresas de contabilidade para enfrentar os riscos inerentes às atividades contábeis foi um dos questionamentos do vice-presidente Celso Luft à conselheira Tatiani Pedrotti. Segundo ela, para mitigar esses riscos, é necessária cautela permanente. Manter-se atualizado diante das frequentes mudanças na legislação e ter máxima atenção aos prazos de envio de informações – cuidados básicos. Outro aspecto importante, é estar atento à elaboração de um contrato adequado de prestação de serviços, que confira transparência à parceria da relação profissional-cliente. “O contrato de prestação de serviços proporciona embasamento legal ao profissional e à empresa contábil, no sentido de minimizar os riscos não só na relação com o cliente como perante o fisco”, destaca a conselheira.
Confira o CRC ao vivo com Você, na TV CRCRS, canal no YouTube.