Delegacias e Escritórios Regionais do CRCRS somaram esforços e multiplicaram resultados no Mês da Solidariedade Contábil

A 15ª edição da campanha Mês da Solidariedade Contábil, realizada pelo CRCRS, de 11 de novembro a 11 de dezembro, por meio da Comissão de Estudos do Voluntariado, desta vez, contou com a parceria do Sescon-RS e do Sescon Serra, além das delegacias e escritórios regionais do CRCRS espalhadas pelo Estado. O objetivo foi de estimular a destinação de parte do imposto de renda (IR) devido de pessoas físicas e jurídicas ao Fundo da Criança e do Adolescente e Fundo da Pessoa Idosa e arrecadar alimentos não perecíveis e brinquedos, que foram distribuídos a entidades assistenciais, que atendem as  respectivas regiões onde foram coletados.

Camaquã

Os alimentos não perecíveis arrecadados foram doados à Apae do município, e  brinquedos e guloseimas, entregues à Associação Beneficente em Prol da Infância e da Juventude (ABINJUV), que atende crianças e adolescentes em situação de risco. O delegado regional do CRCRS em Camaquã, Célio Belmiro Affeldt, também participou, em 21 de novembro, de programas nas rádios Clic Camaquã e Acústica FM, orientando pessoas físicas e jurídicas sobre a destinação de parte do imposto de renda devido a projetos sociais dos Fundos da Criança e do Adolescente e Fundos da Pessoa Idosa.

Francisco Delamare, presidente, e João Francisco Aguiar, diretor Financeiro da APAE de Camaquã; Célio Affeldt, delegado regional CRCRS Camaquã; Grace Gehling, conselheira CRCRS e Cleber Dorneles, delegado suplente CRCRS Camaquã

Cleber Dorneles, delegado suplente CRCRS Camaquã; Grace Gehling, conselheira CRCRS; Célio Affeldt, delegado regional CRCRS Camaquã; Giovani Barbosa, presidente da ABINJUV; e Letícia Soares, diretora Social da entidade

Não-Me-Toque

Em 3 de dezembro, a delegacia regional do CRCRS em Não-Me-Toque participou da live solidária, realizada pelo Hospital Beneficência Alto Jacuí, em parceria com a Apae, Lar do Idoso, Escola Geny Vieira da Cunha e Instituto Estadual de Educação São Francisco Solano, com o objetivo de sensibilizar a comunidade para adesão e cadastro do CPF no programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG), do governo do Estado. Por meio do cadastro, é possível escolher as entidades que se queira ajudar e ainda concorrer a muitos prêmios em dinheiro, além de outros benefícios. Na ocasião, a delegada do CRCRS no município, Angela Willig, orientou cidadãos e representantes de entidades assistenciais sobre como participar do NFG.

Editora da Revista Momento e voluntária, madrinha da APAE, Andréia Kemmerich Warken; e a delegada regional do CRCRS em Não-Me-Toque, Angela Luiza Willig

Panambi

O delegado regional do CRCRS em Panambi, Getson Dhein, participou de entrevistas nas Rádios Sorriso, dia 4 de dezembro, e Sul Brasileira, no dia 8, orientando os contribuintes sobre a destinação do IR devido sem custos. Em uma ação solidária em conjunto com a Associação dos Contabilistas de Panambi foram arrecadados alimentos não perecíveis, que foram doados à Cruz Azul – Centro de Reabilitação, que presta atendimento médico e psicológico a pessoas do oeste do Estado.

Delegado regional do CRCRS em Panambi, Getson Dhein; Dalcio Petry, diretor da Cruz Azul – Centro de Reabilitação; e Márcia Ramos Martins, presidente da Associação dos Contabilistas no município

Santa Cruz do Sul

Em Santa Cruz do Sul, os alimentos não perecíveis e brinquedos arrecadados foram entregues pelo delegado regional do CRCRS no município, Norberto Haas, juntamente com o presidente do Sincotec-Varp, Rugard Kanitz, ao Centro Social, Cultural e Educacional Gideões, no dia 28 de dezembro. Na ocasião, a entidade, que atende pessoas carentes de todas as idades, foi representada pelo colaborador voluntário Amilton Borges.

Delegado regional de Santa Cruz do Sul, Norberto Haas; presidente do Sincotec-Varp, Rugard Kanitz; e o representante do Centro Social, Cultural e Educacional Gideões, Amilton Borges

Torres

A delegacia regional do CRCRS em Torres entregou as doações à Pastoral da Saúde do município, que atende as famílias dos bairros mais carentes da cidade.

Delegada Ledijani de Carvalho de Matos; conselheira Tatiani Margutti Brocca Pedrotti; e profissionais da Contabilidade de Torres, Jeferson Matos e Márcio Amaro

Campanha Valores que Ficam: a destinação estende-se até 30 de dezembro

A mobilização para que os contribuintes destinem parte do imposto de renda devido prossegue, até o dia 30 de dezembro, por meio da Campanha Valores que Ficam, que é uma iniciativa da Assembleia Legislativa do RS, em parceria com o CRCRS e outras entidades. Os profissionais da contabilidade cumprem um importante papel, no sentido de orientar as pessoas físicas e jurídicas sobre a destinação sem custos, para projetos sociais aqui do Estado.

Em 21 de dezembro, a vice-presidente Técnico, Nádia Grasselli, participou de entrevista ao radialista Rogério Portolan, na Rádio Spaço FM, de Farroupilha, sobre a orientação de recursos do IR devido para projetos cadastrados e aprovados pelos órgãos competentes.

Vice-presidente Técnico do CRCRS, Nádia Grasselli

Veja quanto direcionar e a quem se destinam os recursos.

Pessoa Física
Pode destinar
até 6% do imposto devido. O valor poderá ser deduzido na declaração do Imposto de Renda de 2020/2021.

Pessoa Jurídica
Apenas aquelas enquadradas no
Lucro Real podem destinar até 2% do imposto devido, sendo:
– até 1% para projetos do Fundo Estadual da Criança e do Adolescente (Feca)
– até 1% para projetos do Fundo Estadual da Pessoa Idosa
Sempre respeitando as questões técnicas e legais previstas na legislação competente.

Pessoas Físicas e Jurídicas
Podem destinar, também:
– até 1% para Apoio à Atenção Oncológica – PRONON
– até 1 % para Apoio à Atenção da Pessoa com Deficiência – PRONAS/PCD

Saiba mais em valoresqueficam.al.rs.gov.br/.