Projeto Conexão Contábil promete fomentar a educação continuada aos profissionais da contabilidade no país

Representantes do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) apresentaram, nesta segunda-feira (28), aos presidentes, vice-presidentes de Desenvolvimento Profissional do Sistema CFC/CRCs e representantes das academias de Ciências Contábeis do país, o projeto Conexão Contábil que visa fomentar, em todo o Brasil, ações gratuitas de educação continuada aos profissionais da contabilidade, bem como oferecer espaços de debate para temas de interesse da sociedade e da classe contábil.

O projeto será composto de uma série de eventos, realizada gratuitamente, com pontuação para o Programa de Educação Continuada do Conselho Federal de Contabilidade (PEPC-CFC), de forma híbrida, em todos os estados, a partir de maio de 2022, com o lançamento na cidade de Teresina (PI), nos dias 11 e 12.

Serão 12 ecossistemas que trazem as áreas de educação, auditoria, perícia, contabilidade pública, tecnologia, gestão e sustentabilidade, terceiro setor, contabilidade rural-agronegócio, tributário, internacionalização, diversidade-inclusão e empreendedorismo e que deverão ser abordados de acordo com a necessidade de capacitação dos profissionais de cada local.

O vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC, José Donizete Valentina, realizou a apresentação do Conexão Contábil aos integrantes do Sistema CFC/CRCs e aos convidados e explicou que o projeto nasceu com o propósito de ser “mais um espaço, disponibilizado pelo Sistema CFC/CRCs, para a promoção da capacitação para a classe contábil”.

“É o nosso dever promover a educação continuada para atualizar e expandir os conhecimentos e competências técnicas e profissionais, as habilidades multidisciplinares e a elevação do comportamento social, moral e ético dos profissionais da contabilidade. Além, é claro, de estimular a discussão e a reflexão sobre temas atuais e tendências mundiais da contabilidade, proporcionando aos contadores uma gama de oportunidades para atualização de conhecimentos e qualificação técnica e científica”, completou.

O vice-presidente explicou como será a organização e a realização dos eventos com os CRCs e as academias de ciências contábeis, bem como os apoiadores das edições, falou ainda sobre a programação técnica e deu detalhes de como funcionará o trabalho logístico e operacional.

O vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC, Joaquim de Alencar Bezerra Filho, que também é o novo presidente da Academia Piauiense de Ciências Contábeis (APICICON) para a gestão 2022-2024, disse que o Piauí está preparado para receber o lançamento do projeto Conexão Contábil e lembrou que o estado, nos últimos anos, tem sido destaque nas atividades de mestrado e doutorado em Ciências Contábeis. “Estamos diante de uma grande oportunidade com o mundo acadêmico, com os coordenadores de curso e com os anseios de nossos estudantes com a formatação de um novo olhar sobre as diretrizes curriculares e do aprimoramento das ciências contábeis no Brasil”, completou.

Elaboração de novas diretrizes curriculares para o curso de Ciências Contábeis

No ecossistema da área de educação, uma das novidades do projeto Conexão Contábil é a parceria da Comissão de Educação do CFC com as Academias de Ciências Contábeis para a elaboração da minuta de alteração da Resolução CNE/CES n° 10/2004 – que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Ciências Contábeis.

Segundo a coordenadora da comissão, a contadora Maria Clara Bugarim, que também é presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), o objetivo é utilizar os encontros do Conexão Contábil para discutir com as bases acadêmicas as sugestões e as propostas para as novas diretrizes curriculares.

“Nós, enquanto Comissão de Educação do CFC, queremos andar de mãos dadas com o Conexão Contábil para promovermos o estreitamento das relações institucionais do Sistema CFC/CRCs com as academias de Ciências Contábeis e com as Instituições de Ensino Superior”, ressaltou.

Para ela, o momento é de união. “Precisamos de um trabalho de base forte para que possamos entregar ao Ministério da Educação não apenas uma proposta, mas o sentimento da contabilidade sobre o que precisamos para evoluir”, concluiu.

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Aécio Dantas, destacou a relação institucional construída com o Ministério da Educação, com destaque para a Secretaria de Educação Superior, na figura do secretário Wagner Vilas Boas de Souza, e das tratativas sobre a apresentação da proposta da classe contábil sobre as novas diretrizes curriculares para o curso de Ciências Contábeis. “Discutimos o perfil de um profissional mais proativo. Mais consultor, menos executor, mais proativo, com conhecimentos multidisciplinares. Estamos sempre nos questionando se realmente saímos da universidade preparados para as demandas do atual mercado de trabalho. Portanto, este é um momento de estabelecermos um grande debate para que possamos, juntos, descobrirmos o melhor caminho para que, efetivamente, nossa profissão esteja cada vez mais preparada para os novos desafios”, destacou.

Para participar do lançamento do Conexão Contábil, garanta a sua participação realizando a sua inscrição AQUI.

Fonte: Comunicação CFC