“Gestão para Negócios Contábeis: a inovação que pode fazer a diferença”

Mais uma parceria de sucesso! O CRCRS, por meio de sua Comissão de Estudos das Organizações Contábeis, com o apoio do Sescon-RS e do Sescon Serra Gaúcha, realizou, nesta segunda-feira (20), o webinarGestão para Negócios Contábeis: A inovação que pode fazer a diferença”, transmitido pela TV CRCRS, no YouTube.

Após a abertura, que contou com a participação dos presidentes das entidades Márcio Schuch Silveira, do CRCRS; Flávio Duarte Ribeiro Júnior, do Sescon-RS; e Osmar Júnior Tomielo da Rocha, do Sescon Serra Gaúcha, foram apresentados dois cases de sucesso em gestão de empresas de contabilidade, pela diretora do Sescon-RS Vanessa Malinowski Casagrande e pelo diretor de Formação Técnica Profissional do Sescon Serra Gaúcha e integrante da Comissão de Estudos de Organizações Contábeis do CRCRS, Arcenildo Valderes da Silva Nunes.

A moderação, ficou a cargo da coordenadora da comissão de estudos, Cármen Alves Tigre, que apontou o objetivo do programa: evidenciar o quanto a implantação de um sistema de gestão personalizado pode dar estrutura para o crescimento das pequenas empresas, qualificando o serviço contábil como um todo.

Abertura

Ao parabenizar a Comissão de Estudos pela escolha do tema, o presidente do CRCRS, Márcio Schuch Silveira, destacou a importância da gestão para o enfrentamento do ambiente competitivo.

Eu acredito muito que trabalhar gestão dentro das nossas empresas não só vai nos capacitar, e aos nossos sócios e colaboradores, para o melhor desenvolvimento dos negócios, mas também nos habilitar para que possamos conversar melhor sobre gestão com nossos clientes, muitos deles, pequenas médias ou até grandes empresas com deficiências de gestão. Ter estruturado a própria empresa, trabalhando gestão de pessoas, planejamentos financeiro e estratégico e controles nos habilita a não só a oferecer conhecimento, como, também, a trocar experiências”, afirmou Márcio Schuch.

A seguir, o presidente do Sescon-RS, Flávio Duarte Ribeiro Júnior, lembrou as consequências do aumento exponencial e muito veloz da aplicação de sistemas gerenciais nas empresas de contabilidade, ocorrido nos últimos dois anos, em função da pandemia. “Esse cenário fez com que nós, empresas de serviços contábeis, escritórios e profissionais da contabilidade nos tornássemos verdadeiros hubs de aceleração das empresas de desenvolvimento de software e de tecnologia. Com a grande complexidade dessa nova realidade, fomos deixando de ser apenas empresas que calculam impostos, fazem folhas de pagamento e questões fiscais. Nosso negócio passou a ser um grande gerador de dados e essa nova conjuntura valoriza a classe contábil, que passa a ser vista pela sociedade como estratégica para a economia como um todo”, argumenta Flávio.

Com os tradicionais escritórios de contabilidade alçados, hoje, ao patamar de empresas, torna-se cada vez maior a necessidade de controle da gestão e de uma visão de negócios muito mais profissional, como ressaltou o presidente do Sescon Serra Gaúcha, Osmar Júnior Tomielo da Rocha. “O Programa da Qualidade Contábil (PQC), é uma ótima ferramenta, que permite trabalhar a gestão, as equipes e ter uma visão de negócios muito mais profissional, nas empresas contábeis”, justifica Osmar.

O PQC foi desenvolvido, em conjunto, pelo Sescon-RS e Sescon Serra Gaúcha, com o objetivo de fortalecer e reconhecer as organizações contábeis do Rio Grande do Sul, pelo trabalho desenvolvido em prol da melhoria da gestão e aumento dos resultados.

Casa de ferreiro, espeto de ferro”

O diretor de Formação Técnica do Sescon Serra Gaúcha, Arcenildo Valderes da Silva Nunes, iniciou sua palestra brincando com o tradicional ditado “Casa de ferreiro, espeto de pau”. “Somos empresas de serviços contábeis e, como tais, o nosso ditado é ‘Casa de ferreiro, espeto de ferro’! Para levarmos gestão para o nosso cliente, temos que trabalhar gestão nas nossas empresas, afinal de contas, também somos um negócio, com objetivos em comum com os demais empreendedores”, enfatizou.

Na apresentação sobre sua empresa, Arcenildo surpreendeu a plateia com um desafio: aprender a fazer gestão para negócios contábeis com as crianças – elas fazem perguntas básicas que podem servir para nortear a leitura dos processos e da produtividade da empresa, bem como permitem uma comparação com os dados da concorrência, capaz de resultar na melhoria dos serviços e, por consequência, em melhor faturamento.

Um sonho bem sucedido

Outro case de sucesso iniciou há 12 anos, em Cachoeirinha, Região Metropolitana de Porto Alegre, com a contadora Michele Modelski, cuja experiência profissional foi baseada na prática em escritórios contábeis. Três anos depois, chegou a sócia Vanessa Malinowski Casagrande, que trazia no currículo a atuação na área tributária de grandes empresas. A partir dessa união, o negócio passou a crescer. Porém, consolidar o sonho de prestar serviços contábeis de forma inovadora e descomplicada, exigiu superar as limitações de uma formação voltada aos aspectos técnicos e focar na gestão.

Fomos buscar o modelo de gestão da Fundação Nacional de Qualidade, que nos permitiu olhar para cada momento dentro da empresa e ir adaptando passo-a-passo. Desde 2015, temos seguido esses parâmetros, cumprindo ciclos periódicos: olhar para dentro da empresa, vendo o que precisa, aprender e monitorar”, conta Vanessa.

Mais detalhes dessas histórias de sucesso, você acompanha no canal do CRCRS no YouTube, no webinar “Gestão para Negócios Contábeis: A inovação que pode fazer a diferença”. Clique e confira.