IV Olimpíada Brasileira de Educação Financeira e IV Olimpíada de Educação Financeira do Rio Grande do Sul

O projeto de Educação Financeira tomou forma em 2012, na Universidade Federal da Paraíba, como Programa de Extensão, sendo desenvolvido para crianças do 1º ano até o 5º ano. A partir desse programa, que surgiu a inspiração para a 1ª Olimpíada Paraibana de Educação Financeira. Depois de duas edições da Olimpíada, apenas na Paraíba, resolveu-se expandir e aplicá-la no país todo, surgindo a 1ª Olimpíada Brasileira de Educação Financeira, em 2019, que reuniu mais de 38 mil participantes. As edições de 2020 e 2021 foram realizadas de forma on-line; e no ano de 2022 serão retomadas no formato presencial.

Integram a Rede de Olimpíada Brasileira de Educação Financeira (OBEF), as universidades públicas e institutos federais de todas as unidades federativas e Distrito Federal. No Rio Grande do Sul, a OBEF está sob a coordenação da professora Wendy Haddad Carraro, do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 2019, participaram quase 3 mil crianças do Estado, sendo 11 as medalistas nacionais.

A Olimpíada tem o objetivo de estimular e promover o estudo da Educação Financeira nas instituições de ensino, em cada estado do país, e assim, contribuir para a melhoria da qualidade da Educação. Além disso, uma das suas premissas é despertar o interesse de crianças e adolescentes no aprendizado da Educação Financeira, e também para conhecer o nível de conhecimento dos alunos sobre esse assunto. Outro ponto que vale ressaltar é que a Olimpíada promove a inclusão social, por meio da difusão do conhecimento e a interação entre as intuições de Ensino Fundamental e Médio com as de Ensino Superior.

A OBEF consiste na aplicação de uma prova (com quatro fases), com questões objetivas para todos os alunos regularmente matriculados nas instituições de ensino público e privado, subdividida em cinco níveis: 1: alunos do 2º ao 3º ano do ensino fundamental I; 2: alunos do 4º ao 5º ano, do ensino fundamental I; 3: alunos do 6º ao 7º ano do ensino fundamental II; 4: alunos do 8º ao 9º ano do ensino fundamental II; e 5: alunos do 1º ao 3º ano do ensino médio.

Na edição de 2022, a OBEF está dividida em 4 fases, sendo a primeira e a segunda, a aplicação de provas nas escolas de forma on-line, na própria escola. A terceira e quarta fase ocorrem de forma presencial nas universidades que integram a Rede OBEF. Os detalhes e critérios de aprovação de cada fase encontram-se no edital, bem como as orientações em relação às inscrições: http://ufpb.br/educacaofinanceira/contents/paginas/editais/edital-iv-obef

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelas escolas até dia 24/06/2022. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail edufinanceiraprobex@gmail.com ou para a coordenação regional do RS obefrs@ufrgs.br

A Educação Financeira é um tema importante e participar da IV OBEF é uma forma de contribuir para o desenvolvimento de competências e habilidades dos nossos futuros adultos.

Redes sociais: https://www.instagram.com/edufinanceiraufrgs/ https://www.instagram.com/edufinanceiraprobex/

Fonte: Contadora Wendy Haddad Carraro, professora de Ciências Contábeis da UFRGS e conselheira do CRCRS