Webinar debate “Estágio e extensão no contexto das novas diretrizes curriculares”

O CRCRS, por meio da Comissão de Estudos de Acompanhamento da Área do Ensino Superior, debateu, em 26 de julho, questões relevantes sobre a extensão curricular como diferencial na formação de contadores. O webinar “Estágio e extensão no contexto das diretrizes curriculares” contou com palestras das integrantes da Comissão, professoras universitárias Eusélia Paveglio Vieira e Wendy Haddad Carraro, e a moderação ficou a cargo do professor Clóvis Antonio Kronbauer, coordenador da Comissão. O evento foi transmitido e permanece disponível na TV CRCRS, canal do Conselho no YouTube.

Na abertura, o moderador, professor Clóvis Kronbauer, ressaltou que o curso de Ciências Contábeis vive um momento bastante especial. A iminência da aprovação de novas diretrizes curriculares para a graduação marca a mais ampla e abrangente discussão sobre a matriz curricular, desde a sua criação, em 1945. Nesse contexto, foi realizada uma audiência pública, pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em 24 de maio, em torno da minuta propositiva de alteração da Resolução CNES/CES nº 10, de 16 de dezembro de 2004, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação de Ciências Contábeis, bacharelado, que guia as Instituições de Ensino Superior.

A professora Eusélia Paveglio Vieira, apresentou um comparativo entre a Resolução CNES/CES nº 10/2004 – segundo a qual nem o estágio supervisionado nem o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios – e a proposta de alteração da matriz curricular encaminhada pelo CFC por meio da Resolução nº 1.640/2021, que propõe que o estágio supervisionado se torne obrigatório e o trabalho de conclusão de curso seja opcional.

De acordo com a professora, foram mais de cem páginas de contribuições de coordenadores de cursos de Ciências Contábeis, professores e demais profissionais envolvidos nesse processo, com grande diversidade de opiniões sobre vários tópicos. Entretanto, em relação ao estágio curricular, a maioria dos participantes se mostrou favorável a que o estágio seja opcional.

“Entre as observações encaminhadas pelos participantes, há sugestões muito importantes que devem ser examinadas como: se o estágio for obrigatório, que seja, pelo menos, a partir do quarto período e que seja disponibilizado pelas instituições de ensino. Entre outros pontos discutidos, também estão a preocupação com a eventual baixa valorização por parte das empresas ao contratar estagiários e que as práticas contábeis de laboratório sejam validadas como estágio”, destacou a professora.

Na sequência, a professora Wendy Carraro abriu sua palestra lembrando que, no próximo dia 4 de novembro, a área acadêmica de Ciências Contábeis tem uma agenda imperdível: o Encontro Estadual de Coordenadores e Professores, que acontecerá em Porto Alegre, na Universidade Federal do RS (UFRGS).

Baseada na ideia de que ensino, pesquisa e extensão são os pilares da educação, a professora Wendy Carraro defendeu a importância da extensão como uma ponte entre o ensino e a pesquisa.

“É muito importante que haja um contato do aluno com a prática, para a troca de saberes. Não é simplesmente só receber algo. Quando me perguntam o que é extensão, eu digo que é levar meus alunos para o mundo real, colocá-los em contato com empresas e trazer isso para dentro da sala de aula”, considerou Wendy Carraro.

A integra do webinar  “Estágio e extensão no contexto das diretrizes curriculares” está disponível na TV CRCRS, canal do YouTube. Clique e confira!