“Destinação dos recursos da Rates e seus reflexos contábeis” é tema de webinar

O CRCRS realizou, nesta terça-feira, webinar que debateu a “Destinação dos recursos da Rates e seus reflexos contábeis”, com palestra da Doutora em Controladoria e Contabilidade, Paola Richter Londero, e participação das integrantes da Comissão de Estudos de Contabilidade do Setor Cooperativo do CRCRS, Margit Kasper e Carla Fabiana Gregory, que atuou como mediadora. O evento abordou tópicos como a base legal, aspectos históricos e questões críticas relativas à Reserva de Assistência Técnica Educacional e Social (Rates).

Inicialmente, Paola Londero esclareceu uma dúvida sobre as siglas Rates e Fates (Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social), explicando que são a mesma coisa, tratando-se, a primeira, de uma nomenclatura contábil e, a segunda, sendo utilizada na legislação pertinente ao assunto. Sobre a base legal, salientou que a Rates é regida pela Lei 5.764/71; pela NBC T 10.8, que trata do aspecto da contabilização; a ITG 2004; e a Orientação Técnica da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), de 2018; além de outra orientação técnica da OCB, de março de 2020, com esclarecimentos específicos para a contabilização relativa aos fundos, neste período de pandemia.

Com base em estudo que realizou com cooperativas brasileiras de diferentes setores de atuação, a palestrante destacou questões críticas no que tange aos reflexos contábeis da destinação de fundos para assistência técnica, educacional e social. O volume da Rates no balanço patrimonial, a assistência como benefício ao cooperado e a necessidade de comunicação efetiva entre profissionais da Contabilidade e cooperados estiveram entre os pontos abordados. “É necessário demonstrar claramente os benefícios obtidos, talvez não por meio da linguagem contábil, mas,  de uma comunicação efetiva, de modo a demonstrar as vantagens de participar da cooperativa”, afirmou Paola.

Para a contadora Margit Kasper, a demonstração clara das reversões da Rates pelos profissionais da contabilidade aos cooperados favorece o entendimento sobre os benefícios obtidos e evidencia as vantagens de participar da cooperativa. Quanto às assembleias, que são os momentos nos quais ocorrem essas comunicações, a mediadora Carla Fabiana ressaltou que são importantes ferramentas de transparência, para propiciar conhecimento aos cooperados sobre o funcionamento das organizações.

O tema tratado é bastante amplo, perguntas podem ser encaminhadas para o e-mail nadia@crcrs.org.br, que serão todas respondidas. Quem se interessar em aprofundar o conteúdo, pode acessar a tese de doutorado de Paola Londero, “Reconhecimento, mensuração e evidenciação dos retornos econômicos e sociais gerados pelas cooperativas agropecuárias aos seus cooperados”, no link https://bit.ly/2Sbkebu.

O vídeo completo do webinar está disponível na TV CRCRS, canal YouTube