Seminário de Prestação de Contas Eleitorais capacita profissionais para o pleito de 2022

O evento do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será nos dias 8 e 9 de junho e deve atrair até 10 mil contadores 

Uma nova edição do Seminário de Prestação de Contas Eleitorais, promovido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acontece nos dias 8 e 9 de junho de 2022. Ele será realizado das 8h30 às 17h, no auditório da sede do Conselho, em Brasília, mas poderá ser igualmente acompanhado ao vivo pela internet, pelo canal do CFC dentro da plataforma de vídeos YouTube.

Com o tema “Contabilidade Eleitoral e Partidária e Prestação de Contas Eleitorais – Eleições 2022”, o evento será uma imersão na área de contabilidade eleitoral, financiamento de campanhas e prestação de contas eleitorais. O Seminário acontece a cada dois anos, sempre coincidindo com os pleitos municipal e geral, como será a eleição para cargos de presidente, governador e senador, em outubro deste ano.

A expectativa do CFC é a de atrair, direta e indiretamente, de 5 a 10 mil profissionais que desejam se capacitar para atuar nesta área de prestação de contas eleitorais em todo o Brasil, estima o presidente da Comissão de Contabilidade Eleitoral do CFC, contador Haroldo Santos Filho.

“O evento terá pelo menos um representante de todos os Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs). Além disso, são esperados contadores, advogados, representantes de partidos, pessoas que atuam diretamente com partidos políticos e eleições”, diz.

Santos Filho explica que o Seminário de Prestação de Contas Eleitorais, realizado desde 2002, já se tornou tradicional para os contadores em ano de eleições. Segundo ele, a parceria com o TSE acontece desde 2014 e enriquece ainda mais o treinamento dos profissionais.

“É de supor que, com esse treinamento feito, atualizando o profissional sobre as novidades, estamos contribuindo não somente com o TSE, como prestando um enorme serviço para a sociedade geral”, avalia o conselheiro do CFC.

O contador garante que os profissionais que vão “fiscalizar” as eleições farão a contabilidade dentro das normas esperadas, transparência, integridade, conformidade, e tudo o que é esperado em relação ao uso do recurso público destinado para as campanhas e os partidos.

“É o contador que tem essa capacidade de usar seus conhecimentos para poder entregar solidez à prestação de contas eleitorais”, afirma.

Os contadores de todo o país podem fazer a inscrição para o Seminário por meio da página de eventos do site do CFC, mediante login e senha. A participação garante pontuação a quem precisa gerar score de atividades para o Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC).

Fonte: Comunicação CFC